Voando baixo e sonhando alto

21 08 2008

Com a espetacular marca de seis jogos e seis vitórias consecutivas no Brasileirão, o Botafogo já alcança a terceira melhor colocação da tabela. Após a vitória sobre o Cruzeiro, adversário direto na luta pelas primeiras posições no campeonato, o Bota alcançou o terceiro lugar ultrapassando o Palmeiras em saldo de gols, e está à apenas dois pontos dos mineiros. O jogo não foi lá uma maravilha de apresentação, de ambos os lados via-se uma certa apatia no primeiro tempo. Na segunda metade da peleja, o Bota veio pra sufocar a raposa mineira, que, atabalhoada, acabou perdendo um homem aos 24 minutos e logo após sofreu um gol de pênalti (duvidoso?), cobrado por Lúcio Flávio.

No próximo domingo o glorioso enfrenta o Vasco, no maraca, podendo com isso ultrapassar o Cruzeiro, dependendo dos resultados da rodada. É o Fogão sonhando alto e voando baixo nesse segundo turno do Brasileirão.

A torcida é outra que parece estar de bem com o futebol, comparecendo sempre em grande número ao Engenhão, ela apóia, reclama, xinga, resumindo, faz tudo que um torcedor deve fazer na arquibancada.

É isso aí fogão, se Deus quiser, daqui pra frente só teremos o que comemorar, e zuar os outros times cariocas que não se encontram na mesma situação, por que afinal, futebol é futebol e vice-versa.

Rodrigo Santos





A Regra é Escura

10 06 2008

No último Domingo o Vasco perdeu para o Cruzeiro por 1×0 no Mineirão. O gol foi marcado por charles aos 26 do segundo tempo. O time mineiro está empatado com o flamengo com 13 pontos, na liderança. Os cruzmaltinos permanecem com 7.

O Cruzeiro jogou sempre no ataque e teve algumas oportunidades de marcar, o Vasco só se preocupou em defender. Por isso, podes considerar justo o resultado.

Mas, como todos sabem, no futebol não existe justiça e se não fosse um erro (ou não) da arbitragem o Vasco provavelmente teria voltado de Minas com um ponto na bagagem.

Aos 26 minutos do segundo tempo, depois de Tiago ter feito defesas difíceis-inclusive em um pênalti batido por Guilherme – o árbitro Wilson de  Souza Mendonça resolveu complicar a partida. Wagner, camisa 10 da raposa, de chute fraco de longe e o goleiro vascaíno amorteceu a bola com a mão, deixando-a no chão. Esperou o time sair por alguns segundos e pegou a bola do chão, quando, para sua surpresa, o juiz apitou, marcando tiro livre indireto da entrada da pequena área.

O time mineiro ensaiou bem a jogada e, com todos os jogadores vascaínos dentro da área, Charles achou um espaço no canto direito.

O lance que resultou no gol da vitória é um dos mais polêmicos dos últimos tempos, tanto é que o próprio juiz não sabia dizer o que havia marcado, ao término da partida. Por fim, através da opinião de vários árbitros e do presidente da comissão de arbitragem chegou-se a conclusão de que a infração teria sido maracada pelo goleiro ter encostado a mão na bola e depois tê-la pego de novo.

Basicamente, a regra diz que o goleiro só pode fazer isso quando realiza uma defesa, e no caso Tiago não defendeu a bola, apenas a escorou. Isso quer dizer que fica a cargo do árbitro julgar se o goleiro fez uma defesa ou não.

Lances como esse acontecem em todos os jogos e nenhum juiz marca. simplesmente porque não há necessidade. Não é um lance capaz de mudar o jogo e nem de cera pode ser chamado, já que o goleiro esperou o time sair e já iria repor a bola. Tudo isso em 6 segundos. Na verdade, suspeito que o juiz achou que a bola teria sido recuada para o goleiro, por isso acabou não dizendo o que tinha maracado. Depois do jogo – e de algumas ligações que provavelmente o salvaram – ele deu a sorte de haver uma regra (sem nexo, por sinal) que se encaixava na lambança cometida por ele. Aposto que lances iguais já passaram por ele sem serem percebidos, e se bobear, nesse mesmo jogo.

Enfim, esse lance mostrou como não é clara a regra do futebol. Cada dia mais o jogo está sendo decidido segundo a interpretação do árbitro, a ponto de agora eles decidirem também se o goleiro defendeu ou não a bola. Acho que as regras deveriam ser mais bem definidas, assim os erros de arbitragem poderiam diminuir.

Se o texto ficou confuso, me desculpe, mas foi apenas pra ser coerente com a arbitragem de Wilson Souza de Mendonça.

Saudações Vascaínas!

Guilherme de Alencar





A volta do paredão não evitou a derrota

18 05 2008

Em noite inspirada o goleiro alvinegro salvou o Botafogo de ser goleado pelo Cruzeiro, com atuação de gala Catillo fechou o gol e voltou a sentir a coxa no segundo tempo. Com atuações apagadas o Bota levou pouco perigo a meta do goleiro Fábio, que não teve muito trabalho já que os atacantes do Botafogo pareciam não achar o caminho do gol. Wellington Paulista, que começou o campeonato carioca dando a impressão que seria o destaque do ano do futebol brasileiro, chegou a um ponto em que aparenta não mais saber como concluir uma jogada, e as vezes nem sequer dar continuidade as táticas do mestre Cuca. Vamos Wellingol! O Botafogo precisa de você e dos seus gols.

Jogando com um homem a mais desde 15 do segundo tempo quando Túlio Souza, que ainda não mostrou esse ano o mesmo futebol que jogou pelo Coritiba ano passado, foi expulso, o Cruzeiro não conseguiu ampliar a vantagem obtida no primeiro tempo, Guilherme marcou de pênalti aos 11 minutos, e mesmo com o apoio da torcida que compareceu em bom número ao Minerão, não conseguiu marcar o segundo em um Botafogo desorganizado, misto e com um homem a menos. Mérito do guarda-metas Botafoguense Castillo que fez milagres debaixo das traves e tambem quando saía bem do gol. Seguindo somente no brasileirão o Cruzeiro mantém os 100% de aproveitamento na competição e enfrenta o Santos no próximo final de semana.

Carlos Alberto estreou no Botafogo com uma atuação boa, nada de se encher os olhos mas pelo menos jogou bem. Foi substituído por Abedi que entrou apenas para errar passes e numa dessas o Cruzeiro quase marcou o segundo, mas parou nas mãos de Castillo que saiu bem do gol nos pés de Jonathas e amenizou o erro de Abedi.

Pensando agora no Corinthians o Botafogo trabalha pesado em General Severiano. O jogo dessa terça-feira é o primeiro passo para chegar as finais da Copa do Brasil, competição que o Bota nunca conquistou e razão pela qual está poupando seus titulares no Brasileirão. Agora é uma questão de jogar o futebol do início do ano e vencer BEM o Corinthians aqui no Engenhão para ter uma vantagem no jogo de volta em São Paulo.

 

http://video.globo.com/Videos/Player/Esportes/0,,GIM827737-7824-MASCOTE+PERIVALDO+PRONTO+PARA+DAR+FORCA+AO+BOTAFOGO+NO+ENGENHAO,00.html

Botafogo que também conta com a torcida de Perivaldo, mais novo mascote alvinegro. O cachorro que nasceu com uma mancha branca em forma de estrela nas costas esteve no Engenhão contra o Atlético e vai estar no jogo contra o Corinthians, será esse cãozinho a reencarnação de Biriba, o mascote do Bota na década de 40? Outro que vai ver o jogo da arquibancada é o meia Carlos Alberto, que não foi inscrito na competição.

Rodrigo Santos





Está dada a largada!

10 05 2008

O Brasileirão começou! O campeonato mais disputado do mundo teve a primeira parte de sua primeira rodada neste sábado, 10 de maio, mesmo dia de estréia do blog.

 

Globoesporte.com

  • Na Série A, o destaque ficou para a magra vitória de 1×0 do Grêmio sobre o misto do São Paulo em pleno Morumbi, gol do zagueiro Pereira. A equipe paulistana ainda necessita de uma atuação convincente nesse ano para vestir, realmente, a camisa de favorita em todas as competições que disputa. No meio da semana, há o complicado encontro com o meu Fluzão, ainda que na capital paulistana. Encontro que, talvez, será o divisor de águas para a equipe no ano – se eliminada, poderá ser a despedida do técnico Muricy Ramalho.

  • Na Bahia, o Cruzeiro arrancou um bom resultado de 2×0 diante do Vitória, time que retornou à Série A em 2008. Sem demonstrar abalo com a eliminação para o Boca no meio da semana, pela Libertadores, o time mineiro fez os dois gols ainda no primeiro tempo, com Bida, contra, e o artilheiro Marcelo Moreno. Com essa boa estréia, espero que o Cruzeiro repita o bom início de Brasileiro do ano passado e disputa o título.

  • Já na estréia da Série B, o destaque ficou com a estrela da competição: o Corinthians. Mesmo saindo atrás no placar contra o CRB, a equipe virou o placar para 3×1, com 2 gols do herói corintiano do momento: o argentino Herrera. Demonstrando essa dedicação em campo e fazendo gols, não demorará para o jogador conquistar o coração carente do “bando de loucos”.
  • Outros resultados: Série A – Náutico 2 x 1 Goiás; Série B – Bahia 1 x 1 Fortaleza, Cerá 2 x 1 Juventude, São Caetano 3 x 0 Ponte Preta, Brasiliense 2 x 2 Marília e Criciúma 1 x 0 América-RN.

É isso aí, galera! Amanhã tem mais!

 

Fred Cochrane